domingo, 7 de agosto de 2011

E o melhor do jogo, foi RUBIO


Foi mais um duro teste a este renovado Sporting, e com adversários destes e nesta fase, é sempre complicado tirar conclusões. A minha experiência diz-me que a pré-época raramente espelha aquilo que se irá passar depois ao longo de toda a temporada oficial. Não queiram, amigos sportinguistas, criar já aqui um estado de depressão, porque isso passa para os jogadores, pois eles também utilizam as redes sociais, também consultam a Internet, são pessoas normais como todos nós e não estão dentro de uma redoma de vidro. Se nós e eles (jogadores), não acreditarmos, quem acreditará? Não façam o papel dos adeptos adversários, não lhes facilitem a vida.

Quanto ao jogo, penso que houve claras melhorias em relação ao jogo anterior, desde logo pelo sistema utilizado, com apenas um avançado centro, e num 4-3-3, que por vezes parecia um 4-1-4-1, pelo facto de não existir um médio ofensivo (10), que pegasse na batuta e pusesse a "orquestra" a funcionar.

RUBIO foi claramente o melhor do Sporting, e confirmou que é goleador
DIEGO RUBIO -Simplesmente fantástico o miúdo. Já tinha ficado impressionado com os vídeos que encontrei na Internet, quando o Sporting decidiu contratá-lo, mas o que já mostrou nestes jogos de preparação, para mim é mais do que suficiente para dizer que estamos perante um caso muito sério para o futuro e presente do Sporting, e só espero que os responsáveis técnicos do Sporting percebam isso e deixem este miúdo crescer, mas a jogar, e não apenas a fazer alguns minutos por jogo. Postiga que se cuide, pois se Domingos optar por apenas um avançado centro, então Rubio irá naturalmente ganhar-lhe o lugar.

Quanto aos restantes colegas, MARCELO não me parece que tenha alguma hipótese de ganhar o lugar a Patrício. Gostei da estreia de TURAN, apesar daquela falha que originou o lance do 1º golo da Udinese, com uma pequena distracção deixando o avançado entrar nas suas costas (nada que Evaldo não nos tenha habituado também), mas temos ali um jogador com grande potencial e ainda muito jovem.

Ficou claro que Domingos ainda tem dúvidas acerca da dupla de centrais a implantar. RODRIGUEZ deverá ser o dono de um dos lugares, e para mim POLGA deveria ficar com o outro, pois a sua experiência poderá ser importante nesta altura, e ele já provou que não se deixa abater pelas criticas. Já CARRIÇO parece-me não ter estaleca para este tipo de pressão, apesar de ser um jogador com valor, deixa-se afectar claramente pelo rendimento da equipa e pelos seus próprios momentos menos bons, parecendo por vezes completamente desconcentrado, jogando com o coração e não com a cabeça. ONYEWU vai precisar de algum tempo para se adaptar, claramente está desfasado do resto da equipa. Não sendo um jogador com uns pés fabulosos, poderá ser muito importante no jogo aéreo e mediante o adversário. Ontem não jogou.

PEREINHA cumpriu, como sempre, pois trata-se de um jogador de equipa, polivalente, não vira a cara à luta e pode ser bastante útil no plantel do Sporting. EVALDO rendeu Turan e esteve bem na maior parte do tempo. É daqueles jogadores que ainda não ultrapassou o trauma da época passada, irá lá com o tempo e com a melhoria da equipa, espero eu.

SCHAARS voltou a não estar bem, parece-me não estar em boas condições físicas. É um jogador de qualidade de passe, de equilíbrios, não é um criativo e não me parece que possa jogar como médio ofensivo. Precisa de estar bem fisicamente e mentalmente, pois se não ANDRÉ SANTOS ganhará facilmente o lugar, pois é um jogado incrivelmente regular (eu sou um fã do seu futebol), um jogador que joga e faz jogar, luta do primeiro ao último minuto, pauta muito bem o jogo do Sporting e nota-se quando ele lá não está. Um clássico médio centro, e sem grandes oscilações de rendimento, não contraindo lesões até agora.

ANDRÉ MARTINS tem sido até agora uma agradável surpresa, fazendo-me recordar a pré-época de João Moutinho, quando Peseiro o lançou no Sporting (até tem o mesmo dorsal), que aos poucos foi ganhando o seu espaço e confiança de todos, quando poucos acreditavam que se conseguiria impor, num meio campo onde existiam, Custódio, Rochemback, Barbosa, Viana, jogadores muito mais experientes. Poderá ele também ter um papel importante neste Sporting, até porque as lesões e castigos irão aparecer.

Fito RINAUDO é já destaque neste Sporting pelo seu ímpeto e entrega ao jogo, tendo arranjado alguns "inimigos" em todos os jogos que participou nesta pré-época. Apenas tem que controlar algumas das suas intervenções  pois aqui em Portugal, alguns homens do apito não irão perder a oportunidade para o colocar na rua. Será sem dúvida uma das figuras deste campeonato e um homem fulcral no meio-campo do Sporting.

CAPEL e JEFFREN são as duas coque-luxes deste Sporting, até pelo Campeonato e Clubes de onde vieram, e esperam-se deles grandes coisas. Denoto falta de confiança em CAPEL, o que parece já advir de trás, e que o tornou suplente no Sevilha. Domingos tem aqui uma questão a resolver, que é a de devolver essa confiança, que só aparecerá se ele jogar e começar a fazer aquilo que habituou os seus fãs, ou seja, grandes incursões em drible e velocidade pelo lado esquerdo, criando desequilíbrios e com excelentes cruzamentos e assistências. JEFFREN tem estado um pouco melhor que Capel, mais interventivo, assumindo as bolas paradas, mas precisa de jogos para ganhar ritmo. A espaços mostrou ontem a sua velocidade que pode criar moça nos adversários.

Infelizmente tenho que dizer isto: POSTIGA e DJALÓ teimam em mostrar todos os defeitos que temos visto em outras épocas, embora Djaló tenha estado melhor ontem que contra o Málaga. Mas isso não é motivo para irmos ao Estádio vaiar estes profissionais, que são jogadores do Sporting e dão tudo em campo pela equipa, e por vezes são mesmo decisivos em alguns jogos. A questão é a sua irregularidade e teimosia em não querer aprender com os erros.

CARRILLO para mim tem confirmado aquilo que já disse anteriormente sobre ele. É um jogador jovem, com grande potencial e tem criado sensação nos minutos que lhe têm sido concedidos. É atrevido e vai para cima dos adversários, sem medo, e é disso que o Sporting precisa. É um forte concorrente de Capel e Jeffren.

Em conclusão, é visível que ainda há muito para corrigir, mas estes jogos servem para isso mesmo. Era mais fácil, e seria mais agradável para os adeptos, ganhar estes jogos de preparação, jogando com equipas mais acessíveis, mas o que ganharíamos com isso?

Façam como eu, e quando estiverem com azia, evitem deixar comentários infelizes nos "Pasquins" nacionais, bem como ler os comentários tristes de pessoas, (muitas delas crianças), que se divertem a dizer mal e a falar daquilo que não sabem. Quanto ao jornalismo barato e de circunstância, simplesmente ignorem-os.



1 comentário:

A. Miguel disse...

Boas Mister Alcinov

Antes de ler o teu post tinha estado a fazer o meu e foi engraçado verificar que temos a mesma opinião relativamente aos jogadores do plantel e à sua actuação no jogo de ontem.

Tal como tu acho que deveremos apoiar sempre a equipa e evitar estar a descascar na equipa ou neste ou naquele jogador sé porque se perdeu um, dois ou mais jogos.

Falta-nos um bocado o espírito de culto e de há uns anos para cá existe a tendência por parte do adepto sportinguista para arranjar culpados para as derrotas.

Nós enquanto adeptos precisamos de rever urgentemente o nosso papel.

Fico contente que tenhas gostado da menina atrás da táctica. Esta não inspirou o Sporting pode ser que a próxima o consiga. Nem que tenha de ser a Luciana Abreu, o que interessa é que ganhemos os jogos.

Estou curioso relativamente aos cromos.

Saudações leoninas

http://lovingsporting.blogspot.com

Enviar um comentário

Ontem fomos brindados com 2 novos jogadores

Cristiano Piccini (Ex-Bétis) Piccini  é o Lateral direito, moderno, que gosta de subir pela sua faixa apoiando o ataque, e qu...