Primeira parte memorável, valeu passagem!


Mas que jogo!

Uma primeira parte fantástica e memorável do Sporting, dominando por completo a equipa do City, que parecia estar completamente adormecida e a não acreditar no que estava a ver, pois o Sporting não se limitou a remeter à defesa, e pressionou até bastante a equipa da casa, tendo as melhores oportunidades de golo, das quais concretizou duas em dois lances de génio, um de Matias na marcação superior de um livre directo e depois de Izmailov com aquele passe soberbo para Wolfswinkel facturar o segundo.

Dois tiros nas aspirações do Man City, que reagiu e de que maneira da 2ª parte, onde aí a qualidade do seu banco fez toda a diferença, em comparação com o banco dos leões, que fora obrigado a lançar dois jovens jogadores, sem experiência nestas andanças (Carrillo e Neto), que não entraram muito bem no jogo, para além de ser numa altura em que o City já jogava um futebol directo, na procura do golo.

A grande penalidade (um pouco duvidoso o local da falta) provocada por Neto, lançou o City no jogo e as coisas estiverem extremamente complicadas, com o Aguero a fazer o 3-2 e cantos sucessivos até ao final da partida, e só um coração tremendo dos jogadores do Sporting valeu o apuramento, que merecem por tudo o que passaram já esta temporada e também pelos excelentes dois jogos desta eliminatória, fazendo calar muito fala barato por aí.





Comentários

Tite disse…
E agora, já estás mais calmo?
Mister Alcinov disse…
Calmíssimo passámos!!


EHEHEHEHEHEHE

Mensagens populares deste blogue

Algo de inimaginável há 3 anos atrás

MERCENÁRIOS, é a palavra acertada