quarta-feira, 25 de abril de 2012

Os miúdos chegaram para a encomenda...

Golos de: Rúbio, Renato Neto e Wolfswinkel (gp)
Há dias assim, em que apesar das grandes poupanças e das contrariedades, as coisas acabam por correr bem. O que prova que a teoria no futebol vale o que vale.

Sá Pinto optou por uma equipa com muitos jogadores jovens, deixando a maior parte dos habituais titulares de fora, sendo que alguns nem viajaram para a Madeira, e estes deram conta do recado, embora mostrando ainda alguma ansiedade e incapacidade para perceber os diferentes momentos do jogo, não conseguindo gerir uma boa vantagem de 0-2, fruto de uma excelente entrada em jogo na primeira parte.

O "júnior" Rúbio esteve no melhor e no pior, abrindo a contagem com um golo pleno de oportunidade, lutando e trabalhando imenso em prol da equipa, mas depois tendo um erro próprio da sua ainda tenra idade, mas que muitas vezes também é cometido por jogadores mais experientes, desviando a bola com a mão na direcção da baliza do Nacional e levando o 2º cartão amarelo de forma infantil.
De todos os jogadores mais jovens, Renato Neto foi aquele que teve menor rendimento, apesar do golo que marcou, mas que não evitou a sua substituição ao intervalo. Sempre muito lento a soltar a bola, jogou demasiado encostado aos centrais, não deu a dinâmica que o meio campo do Sporting necessitava, e é quanto a mim o "elo mais fraco" neste plantel leonino. Não sei o que se passa com André Santos, pois parece que nem Domingos, nem agora Sá Pinto parece contar muito com os seus serviços. Acho que atravessa uma clara crise de confiança, ou já terá a cabeça apontada para outras paragens... Não consigo perceber este apagamento de um jogador que me pareceu sempre ter um grande futuro à sua frente.

André Martins continua a ganhar o seu espaço, e a fazer excelentes exibições, merecendo mesmo rasgados elogios da imprensa internacional, pela qualidade demonstrada nos jogos da Liga Europa em que participou, particularmente o último, com o Bilbao. Faz lembrar o último nº28, que também começou a ganhar o seu espaço precisamente a partir de alguns jogos da excelente campanha europeia de José Peseiro, embora com estilos bem diferentes. Ainda acho que a questão de Moutinho, foi muito mal gerida internamente, e não sei de quem é a culpa maior... Espero que a história deste jovem seja bem diferente e a sair que seja para o estrangeiro e para render uns bons Milhões ao clube.

Desta vez também não gostei muito da prestação de Arias, embora ache que se trata de um jogador com qualidade e larga margem de progressão, sendo um talento que o Sporting não deva desperdiçar e dar tempo ao tempo. Alguns jogadores Sul Americanos levam mais tempo a adaptarem-se e temos muitos exemplos anteriores. Talvez para emprestar, regressando Cédric Soares, que é um jogador com maior experiência de 1ª Liga e sobretudo muito mais jogos nas pernas. Para além disso é português.

Finalmente, aqueles que tanto pediram a saída de POLGA no início da época, deverão agora estar a dar-me razão, quando disse que este ainda seria muito útil ao Sporting. Mais uma vez se viu que a dupla Xandão/Onyewu, não funciona nada bem, pois são dois jogadores de características muito parecidas, e a experiência de Polga torna-se imprescindível neste momento nesta equipa do Sporting, quer dentro, quer fora de campo, no balneário, onde também se ganha e perde muita coisa. Neste momento, não há substituto à altura do internacional, campeão do mundo, brasileiro. À semelhança de Polga, também o mal amado Carriço tem feito calar muitos daqueles sportinguistas da tanga, que se divertem a ir para o estádio assobiar os jogadores do seu próprio clube.

Melhor em campo: MARCELO BOECK

1 comentário:

Fernando Alvega disse...

Eu também sou um apoiante do Polga mas, não concordo nada, quando diz que a dupla Xandão/Onyewo não dá porque são jogadores de características iguais.
Esta dupla até esteve muito bem na Madeira onde foram imperiais dentro da sua zona de ação.É certo que tiveram alguns deslizes mas mesmo estes são desculpáveis para quem faz dupla pela 1ª vez e por cima integrados numa equipa secundária, numa defesa remendada nas laterais e com jogadores com muito pouco tempo de jogo, para não esquecer o largo tempo que a equipa jogou com 10.

Enviar um comentário

PES 2018 | Kits do Sporting CP 2017-2018

Como não encontrei em mais lado nenhum resolvi fazer os kits do Sporting e partilhar convosco. Não estão perfeitos, mas para já desenrascam....