Muito obrigado Sr. Anderson Polga!


Alguns sportinguistas podem questionar a qualidade do jogador, pois estão no seu direito, mas nunca poderão questionar o profissional Polga. Desde que ingressou em 2003 no grande Sporting, este senhor foi sempre um exemplo de como se deve comportar um profissional dentro e fora de campo.

Teve momentos altos, momentos menos bons, foi causador de muitas divisões de opinião, mas os sucessivos treinadores que foram passando pelo clube nestas 9 temporadas, e foram bastantes, sempre apostaram no brasileiro como primeira opção para a defesa, a questão sempre foi quem jogaria ao lado do campeão do mundo (seriam todos loucos?). 
O "calcanhar de Aquiles" do central foi o facto de não conseguir ter marcado nenhum golo, ao longo destes anos, no campeonato português, muitas vezes também por puro azar, como aquela bola que enviou ao poste no último jogo no Dragão, onde foi considerado por muitos o melhor em campo.

A ingratidão é dos sentimentos mais mesquinhos do ser humano, e foi isso que alguns ditos adeptos leoninos que estiveram no Jamor, fizeram questão de transmitir a Anderson Polga naquele que seria o seu mais que provável último jogo. Polga merecia outra despedida... Saber perder, continua a ser uma virtude cada vez mais difícil de encontrar.
Lembro-me perfeitamente do dia que festejei a contratação deste jogador, internacional brasileiro, para o nosso clube, e se muitas vezes também critiquei as suas actuações, foram muito mais as vezes que Polga esteve bem, e algumas vezes mesmo soberbo. Naturalmente a idade pesa, e Polga teve dificuldades perante adversários mais rápidos, quando os treinadores o colocaram a jogar com 30 metros nas suas costas. 
Com Sá  Pinto, Polga fez lembrar o jogador que o Sporting foi buscar em 2003 ao Brasil. Polga enfrentou Aguero, Dzeko, Hulk, Llorente e muitos outros jogadores muito mais jovens e mais velozes, e foram muito mais os duelos que ganhou, do que os que perdeu.


Apesar de tudo compreendo perfeitamente a sua não renovação, pois tudo tem o seu tempo, e o salário de Polga é um fardo muito pesado para as contas leoninas.

OBRIGADO POLGA!  E BOA SORTE!

Comentários

Anónimo disse…
Parabéns! Concordo em absoluto com o seu comentário!

Mensagens populares deste blogue

Algo de inimaginável há 3 anos atrás

MERCENÁRIOS, é a palavra acertada