sexta-feira, 5 de outubro de 2012

Com ou sem Sá Pinto, é necessário reagir !

Sou contra as trocas de treinador mal os maus resultados aparecem, até porque por vezes a linha entre o sucesso e a derrota é demasiado ténue. Uma bola uns centímetros mais ao lado ou um erro de terceiros, pode ditar o resultado final de um jogo.

É certo que a situação começa a ficar preocupante, embora ainda nada esteja perdido, mas o problema é que o facto do plantel do Sporting ser este ano tão equilibrado, com muita concorrência para várias posições do terreno, fazem com que só seja possível de gerir mediante bons resultados.

Num plantel com estas características, é muito complicado formar um onze base, deixando de fora jogadores que também eles teriam qualidade para jogar, sendo que as emoções e as reacções dos mesmos em relação à sua condição de suplentes, são diferentes mediante uma vitória ou uma derrota. Nós próprios, temos dificuldade em encontrar um onze para cada jogo, e deixar de fora jogadores como Elias, Schaars ou Insúa, é um autêntico pecado...

Existem jogadores no Sporting, que a meu ver, não têm ainda maturidade suficiente para serem titulares indiscutíveis, como Carrillo, Viola ou Labyad, por exemplo. Muito menos jogando em simultâneo numa fase em que o Sporting necessita de vitórias, nem que seja contra o "Cascalheira". Até porque ainda há Cédric e Rojo, jogadores também eles muito jovens, e pouco habituados à pressão de jogar num grande como o Sporting.

Está na hora de colocar os jogadores mais experientes em campo. Elias, Izmailov, Schaars e Rinaudo, têm que jogar no Dragão, com aquele que considero ser de longe o melhor onze do Sporting, apenas com a dúvida entre Xandão ou Boulahrouz:

Este seria o meu onze...
É claro, lá está, podem haver opiniões diferentes, mas não havendo castigos nem lesionados, este onze jogadores têm que jogar, com Adrien e André Martins a serem opções válidas, mas secundárias, para a zona central, e Carrillo e Labyad, boas opções para as alas. Penso que o Sporting tem que esquecer de uma vez por todas a questão do "nº10", até porque para mim, nesta fase, a consistência no meio campo é mais importante, juntamente com os aspectos defensivos, que foram descurados nos últimos jogos. O Sporting não estava a jogar "bonito", mas jogava de forma consistente, apenas faltando eficácia. Com as alterações nos últimos jogos, a equipa tornou-se completamente anárquica. Prefiro a consistência.



1 comentário:

Pedro Antunes disse...

eu acho que o bolah ou carriço sao muito melhores que o xandao e para mim o izmailov sai pelo carrillo pois e preciso irreverencia e o elias o ponha o a ele ou o adrien

Enviar um comentário

Época 2017-2018 | Jogo de Apresentação

Depois do Estágio na Suíça, onde as coisas correram dentro daquilo que é normal nesta altura, embora hajam sempre adeptos mais impacientes ...