sexta-feira, 5 de outubro de 2012

Resultado INACREDITÁVEL, mas que tem justificação

Não há equipa que resista a tantas alterações em jogos consecutivos, alterações quer tácticas, quer de uma quantidade significativa de jogadores que há bem pouco tempo eram nucleares.
Sinceramente não sei o que se passa na cabeça de Sá Pinto e seus pares, mas algo de muito estranho se passa no "balneário" leonino. Não vi o jogo em directo, mas tive a oportunidade de o ver depois, e durante todo o tempo de jogo tentei perceber qual o posicionamento de alguns jogadores, e juro que não percebi se estávamos num 4-4-2, num 4-1-3-2 ou num 4-1-4-1, tal a indisciplina táctica de alguns jogadores do Sporting. Jeffren e Labyad pareceram-me sempre andar completamente aos papéis, obrigando Izmailov a fazer compensações, principalmente quando os leões perdiam a bola. A desorganização do Sporting ficou visível aos olhos de toda a gente, ao longo de toda a primeira parte, e como se não bastasse o adversário voltou a ser tremendamente eficaz, aproveitando praticamente todos erros graves dos jogadores do Sporting. Rinaudo parecia um "bombeiro" desesperado, procurando apagar todos os fogos, prejudicando a sua própria actuação.
Schaars veio trazer cérebro a esta equipa do Sporting na 2ª parte, e atenuou um pouco aquilo que poderia ter sido um autêntico "cataclismo"... Schaars, Elias e Izmailov, são jogadores que têm que jogar neste Sporting. Não podendo contar com o holandês, Adrien também tem que ser opção, pois são jogadores que trazem organização e liderança a um sector que é nevrálgico para qualquer equipa, o meio-campo. Sá Pinto cedeu à onda de críticas acerca da não utilização de alguns jogadores mais ofensivos, e o resultado está à vista. Numa equipa que está ainda em fase embrionária, tem que se privilegiar a organização defensiva primeiro, encontrar um "onze" base dentro do sistema escolhido e só então ir introduzindo aos poucos um ou outro elemento novo na equipa e nos seus processos ofensivos.

Paciência e tempo, são precisos para se construir uma equipa organizada e vencedora, tempo esse que desde Paulo Bento, ainda não foi dado a outro treinador. PB fez muito, com muito pouco, mas não foi reconhecido por isso... sempre disse que a sua saída seria muito pior... já vamos em 3 épocas de agonia...

O tempo para Sá Pinto esgotou-se, no momento em que cedeu ás pressões, querendo agradar a todos, procurando dar minutos a todos os jogadores do plantel, e fazendo também a vontade de alguma massa adepta leonina para a utilização de certos jogadores. Só podem jogar onze de cada vez, e Sá Pinto neste momento ainda não conseguiu encontrar o seu "onze", tem dúvidas acerca do sistema que quer utilizar, e parece-me também ter perdido o controlo do balneário, embora os jogadores tentem negar os problemas que parecem mais do que evidentes.

Só há uma saída neste momento, e por muito que me custe porque sou contra elas, a "chicotada psicológica", a escolha de um treinador de créditos firmados, disciplinador, e deixarmos de uma vez por todas de experiências.

As novidades deverão estar para breve...


Sem comentários:

Enviar um comentário

PES 2018 | Kits do Sporting CP 2017-2018

Como não encontrei em mais lado nenhum resolvi fazer os kits do Sporting e partilhar convosco. Não estão perfeitos, mas para já desenrascam....