domingo, 6 de janeiro de 2013

E o Leão continua moribundo...

Jogaram ainda: Carrillo (Jeffren), Viola (Adrien) e Esgaio (Cedric).

Olhando para este Onze inicial, e se não soubéssemos a actual classificação do Sporting, dificilmente acreditaríamos que o leão estaria na situação em que se encontra. A qualidade existe, estamos perante muitos jogadores internacionais e de qualidade inequívoca. O facto é que não funcionam como uma equipa coesa, e alguns parecem completamente à deriva dentro de campo. Não podemos agora também querer desbaratar um plantel que custou muitos milhões ao clube...

LIDERANÇA é para mim a palavra-chave

Depois da revolução operada no plantel do Sporting pela actual direcção da SAD, nestes últimos dois anos, a equipa ficou órfã de um verdadeiro líder ou de referências dentro do plantel, para acolher todos estes novos jogadores que foram chegando, e de nacionalidades diferentes. Dentro de campo é por demais evidente a falta de um líder. Schaars poderia desempenhar esse papel, mas está lesionado...

PACIÊNCIA é uma palavra difícil de entender no futebol

O facto dos bons resultados não terem aparecido, aliado à impaciência das hostes leoninas perante a ausência de títulos, fez com que as "cabeças" começassem desde cedo a rolar em Alvalade, desde treinadores a directores. E o mal começou na saída de Domingos, quando a equipa estava em 3º lugar e liderava na Liga Europa, tendo mesmo já garantido a presença na final da Taça de Portugal... mas não servia e tinha que se mudar, porque o título de campeão já não era possível. Como se fosse possível lutar pelo 1º lugar, com a entrada de 19 novos jogadores, e com os prejuízos causados ao Sporting, pelas vergonhosas arbitragens nas 5 primeiras jornadas da época. A vitamina Sá Pinto injectada no plantel, durou apenas alguns meses, apoiada pela excelente campanha europeia. A final da Taça perdida para a Briosa deixou desde logo algumas dúvidas, o início de época foi péssimo, mas a troca novamente de treinador foi muito pior. ISTO TEM QUE PARAR!

VARCAUTEREN não tem condições para levar isto até ao fim

Vercauteren tem mostrado muito pouco, principalmente no decorrer de cada partida, não conseguindo transmitir ou alterar comportamentos ao longo dos 90 minutos do jogo, parecendo sempre muito apático e impotente/perdido no banco de suplentes, onde dialoga muito com Oceano... Para além de algumas substituições que não se compreendem, o próprio onze inicial que escolhe é alterado constantemente, à semelhança de Oceano e do próprio Sá Pinto. Assim é impossível solidificar processos de jogo, criar rotinas entre os jogadores, particularmente no meio-campo, que é um sector nevrálgico em qualquer equipa.

ESTÁ NA HORA DE PARAR ISTO, IR A ELEIÇÕES E RECOMEÇAR

Godinho Lopes não tem mais margem de manobra, e só por teimosia ou outro qualquer motivo que desconhecemos, não se demite. Caso se venha a realizar a dita AG para votar a destituição do actual elenco directivo, o clube mergulhará num período em que vai estar exposto ainda mais, e em que tudo poderá acontecer, enquanto não se realizarem eleições. Mas penso também não haver neste momento outra alternativa.

Só espero que se o Sporting sobreviver a este momento, e um novo projecto venha a surgir com outra direcção, os sportinguistas tenham este triste momento que vivemos como exemplo, para não se cometerem no futuro os mesmos erros, dando tempo para os projectos se concretizarem.



Sem comentários:

Enviar um comentário

PES 2018 | Kits do Sporting CP 2017-2018

Como não encontrei em mais lado nenhum resolvi fazer os kits do Sporting e partilhar convosco. Não estão perfeitos, mas para já desenrascam....