quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

Estreia a ganhar, é um bom pronúncio !

Boa estreia de Jesualdo Ferreira
Há que saber separar as águas, e os verdadeiros sportinguistas hoje souberam separar aquilo que é uma gestão danosa do clube por parte de GL e seus pares, e o que é a equipa de futebol, que embora tenha sido na sua esmagadora maioria contratada pelos actuais dirigentes (alguns já deram à sola), entra em campo para defender as cores leoninas e desde logo preciso do meu e do apoio de todos os verdadeiros sportinguistas.

Goste-se ou não dos jogadores que lá estão, são os que temos actualmente  e temos que os valorizar e motivar, pois só assim o seu rendimento poderá subir e consequentemente aparecerão  as vitórias. Desde o início que digo isto. Temos que apoiar a equipa incondicionalmente, jogue bem ou jogue mal, pois não ganhamos rigorosamente nada em estar a assobiar a equipa e até mesmo jovens jogadores que ainda à pouco chegaram ao clube. Acabem com os tiros nos pés. Foquem-se sim, nas críticas a quem deve ser criticado, e nos momentos e locais oportunos.

Como já disse anteriormente, a contratação de Jesualdo foi o melhor que GL fez desde que assumiu a presidência, embora tenha sido aconselhado pelo homem que personaliza tudo o que de bom tem saído da Academia do Sporting. Falo claro do grande Aurélio Pereira.

Jesualdo não vai operar milagres como é óbvio, mas está a anos luz, quer em termos de conhecimento profundo do que é a realidade do futebol português, quer em competência técnica, do belga Vercauteren, como ficou bem patente na postura que teve ao longo do jogo, nas mexidas que operou durante a partida (aproveitando as 3 substituições a tempo e a horas, e não colocando de forma ridícula, jogadores em campo nos últimos 5 minutos, como aconteceu com Vercauteren), retirando precisamente os jogadores que nada estavam a acrescentar à equipa, e colocando na partida o miúdo Zezinho, que desde logo "encheu o campo", e alterou radicalmente a atitude da equipa, bem como Labyad que veio trazer outra dinâmica ao meio campo, onde Adrien foi uma nulidade. Coincidência ou não, depois que renovou, Adrien nunca mais foi o mesmo jogador, e talvez tenha sido um erro tê-lo mantido no plantel.

Por fim, Capel e Wolfswinkel, acabaram por resolver o jogo, com o espanhol a fazer o cruzamento para um bom golo de cabeça do holandês.

Os problemas não desaparecem com esta vitória, que só não foi a feijões porque deu para uma pequena "vingança" sobre uma equipa que ganhou injustamente em Alvalade para o campeonato, fruto de um futebol assente em puro anti-jogo, e cujo treinador se revelou também muito arrogante...

Agora há que dar tranquilidade a esta equipa, e tempo a este treinador, que não tem culpa de ter sido atirado às feras neste momento conturbado que o clube vive.

AGUARDEMOS SERENAMENTE AS ELEIÇÕES, QUE NÃO DEVEM TARDAR AÍ!!! 

Sem comentários:

Enviar um comentário

Ontem fomos brindados com 2 novos jogadores

Cristiano Piccini (Ex-Bétis) Piccini  é o Lateral direito, moderno, que gosta de subir pela sua faixa apoiando o ataque, e qu...