terça-feira, 14 de maio de 2013

Análise: SPORTING 1-0 Olhanense | Vitória não garantiu Europa

É de facto frustrante ver o Sporting nesta situação deprimente, mas também não era nada que não estivesse já no nosso horizonte, dada a situação classificativa que, valha a verdade, nunca foi melhor que esta ao longo de toda a época. E se analisarmos friamente os números, erros de arbitragem à parte, verificamos que o Estoril é um justo 5º classificado, pois foi melhor que os leões em praticamente tudo, mais vitórias, menos derrotas, mais 12 golos marcados (pasme-se) e apenas mais 1 golo sofrido, tendo mesmo os leões ficado ainda, e até agora, com saldo negativo na diferença entre marcados e sofridos. Os números não mentem.

Há que perceber se o problema terá sido apenas a falta de qualidade no plantel (o que não me parece), falta de atitude e profissionalismo de alguns jogadores (vou mais por aí), ou responsabilidades claras da anterior direcção, com o despedimento de Sá Pinto (para mim começou aí o problema) e a contratação de um treinador belga, com total desconhecimento do futebol português e do clube, bem como o "timing" em que foi feita. Jesualdo Ferreira chegou a tempo de evitar o desastre completo, mas tarde para colocar o Sporting numa posição mais consentânea com o historial do clube.

Entraram: Viola, Zezinho e Capel
Mas vamos ao jogo. E o Sporting fez mais uma exibição agradável, dominadora, e o resultado apenas peca por escasso, pois os leões desperdiçaram ocasiões suficientes para ganhar por 2 ou 3 golos de diferença, e não fora mais uma vez Patrício, com uma defesa fantástica nos últimos minutos, e o Olhanense podia ter alcançado o empate, aproveitando a habitual intranquilidade leonina nos últimos minutos das partidas em Alvalade, quando a vantagem é mínima. Enfim... acima de tudo, penso que houve uma nítida falta de confiança e consequentemente eficácia, ao longo de toda a temporada, na hora de rematar à baliza.

Bruma foi o melhor em campo

Para mim, foi o jovem Bruma o jogador mais regular ao longo de todo o jogo, com rendimento uniforme e um dos que mais fez e lutou para empurrar a equipa para a frente. Desperdiçou um lance de golo incrível (ou terá sido empurrado?) à boca da baliza, mas foi sempre um perigo à solta.

Carrilo, ao contrário, continua a ser um jogador de rasgos individuais, mas depois "desaparece" por completo do jogo, oscilando muito de rendimento e de concentração competitiva ao longo do tempo de jogo. Se calhar tinha-lhe feito bem uns tempos na equipa B leonina. Capel trouxe maior dinâmica e classe à equipa do Sporting, como demonstrou o belo golo que marcou e que valeu os 3 pontos aos Leões. Ficarei muito triste se o espanhol sair no final da época. Wolfswinkel voltou a ficar em branco...

Do trio do meio-campo, ninguém sobressaiu e estiveram todos num nível quanto baste, e noto especialmente em Adrien e Schaars, alguma falta de motivação e desgaste psicológico desta época tão negativa. André Martins esteve uns furos abaixo do que mostrou em outros jogos.

No centro da defesa apenas a apontar os sobressaltos dos últimos 15 minutos da partida, e a perda sucessiva de lances de bola aérea resultantes de livres para os visitantes. Os laterais não comprometeram.

Penso que este mesmo plantel, com um bom treinador, alguns retoques em algumas posições, e uma boa preparação para a próxima temporada, poderá ser mais do que suficiente para competir por um lugar no pódio na próxima época. Se o Paços conseguiu, porque não o Sporting? Não é uma questão de dinheiro, e embora a qualidade seja importante, a organização e atitude de uma equipa são o mais importante. A união faz a força e a vontade move montanhas.

EM FRENTE SPORTING! SPORTING SEMPRE!

Sem comentários:

Enviar um comentário

PES 2018 | Kits do Sporting CP 2017-2018

Como não encontrei em mais lado nenhum resolvi fazer os kits do Sporting e partilhar convosco. Não estão perfeitos, mas para já desenrascam....